MASLOWATEN LOGO

Objectivos

 
O objectivo principal do projecto MASLOWATEN é a introdução no mercado de uma nova solução ecológica que actualmente se encontra em fase de desenvolvimento TRL9 (sistema comprovado em ambiente operacional). A solução consiste no uso de sistemas de bombeamento fotovoltaico que não consomem electricidade convencional e que poupam cerca de 30 % da água normalmente gasta

 O objectivo principal do projecto pode-se dividir em tês:  

Para alcançar este objectivo dever-se-á:

– Instalar 5 demonstradores capazes de reduzir entre 50 a 75 % dos custos da rega.

– Reduzir  a 0% o consumo de electricidade procedente de fontes convencionais na agricultura de regadio.

Para alcançar este objectivo:

– Integrar-se-ão sistemas de bombeamento fotovoltaico de grande escala com sistemas baseados no uso de automatismos, ICT e soluções de agricultura de precisão que garantam o baixo consumo de água.

– Reduzir-se-á cerca de 30 % o consumo de água na agricultura de regadio.

Para conseguir a introdução desta solução no mercado…

– Desenvolver-se-á ferramentas que facilitem a sua bancabilidade como a adopção de padrões técnicos e o desenvolvimento de ferramenta de simulação que garantam a sua rentabilidade. O objectivo quantitativo é o de gerar um mercado de 6 GW de sistemas a  grande escala nos primeiros dez anos da sua exploração. Isto significa um negócio de 9.000 milhões de euros, dos quais as grandes empresas do consórcio terão uma taxa de penetração de 7 % com um lucro estimado em 905 milhões de euros.

– Desenvolver-se-ão as ferramentas financeiras e legais para eliminar as dificuldades de entrada.

– Implementar-se-á uma estratégia de comunicação cujo objectivo quantitativo é chegar a 30.000 potenciais utilizadores até ao fim do projecto.

– Adoptar-se-á a prioridade da EIP Water “Water-Energy Nexus” (União entre a água e a energia). O facto de se adoptar esta perspectiva transdisciplinar água-energia, melhorará a competitividade das empresas da União Europeia participantes no projecto.

– Transferir-se-ão conhecimentos entre as grandes empresas do consórcio e PMEs (pequenas e médias empresas). As grandes empresas participantes no consórcio do projecto comprometeram-se a transferir a 20 PMEs da União Europeia conhecimentos a través de patentes e licenças resultantes do projecto.